Ir para Home

Soviet Muff

Todo poder soviético da sonoridade MUFF.

Famoso pedal que leva em seu interior o circuito do pedal russo da Sovtek. A vantagem é o timbre menos estridente nos graves, e mais aveludado. Não possui nenhuma modificação em relação ao original, a não ser o true bypass.

Controles:

  • VOLUME: Volume
  • TONE: Graves/Agudos
  • SUSTAIN: Distorção

 

Especificações:

  • Dimensões(CxLxA): 10cm x 8cm x 6cm
  • True Bypass
  • Clipe de bateria
  • Plug de fonte (padrão Boss)
  • Caixa de aço carbono
  • Fundo anti derrapante

R$ 219,00 + frete

À vista (boleto ou transferência):

R$ 241,00+ frete

ou em até 18x no cartão*

*parcelamento sujeito a juros.


Cálculo automático de frete

Audio Samples

EFXPedais Sovietmuff by EFXpedais

16 Reviews

    “Ai eu tenho o blue box (Down Octaver) teu.. bom pra caramba. -Queria primeiramente Parabenizar o Eugenio!! Palmas (clap,clap,clap) Esse Pedal é identico o Russo, eu ja toquei o Russo e o Americano (com esse durante um bom tempo, pois era emprestado)… Quando levaram o meu emprestado, tive que comprar um, e nas cegas apostei no EFX.., e não me arrependi nenhum pouco!!! Do Caraleooo!!!\m/ A Caixinha é a mais Sensacional, Praticamente Indestrutivel hehehe!! E o Jack é na mesma altura que os Pedais Boss oque facilita pra quem usa aquelas Junções de metal com dois plugs p10 como se fosse colados, isso economisa espaço no case tb. Logo mais farei mais algumas aquisições!!! “

  • “Minha máquina de destruição em massa favorita. Prato cheio pra quem gosta de um som mais torto, embora seja possível tirar timbres lindos com ele também, a lá Gilmour. Sem ele eu não consigo mais tocar Mudhoney.”

  • “Comprei e a princípio só tinha gostado da embalagem. 2h depois, coloquei-o em um Marshall JCM800 e desculpa o palavrão, mas CARALHO! que pedal foda, Eugenio. Um dos melhores que já toquei. com toda certeza do mundo. Parabéns!”

  • “NOSSA! Esse pedal é genial. O meu chegou hoje e estou babando com o som dele. Comprei com a intenção de usá-lo como Fuzz, pra tirar coisas tipo Queens of The Stone Age, Mudhoney, Smashing Pumpkins e achei o que eu queria. O controle de Tone dele é muito amplo, no mínimo fica muito grave, perfeito pra algumas músicas do QOTSA e no máximo fica agudão, chega a incomodar, estilo “Touch Me I’m Sick”. Diferente de outros pedais de drive, o Tone influencia decisivamente no timbre que você vai tirar. O controle de Sustain também é bem amplo, no mínimo o pedal fica quase um overdrive, mas com cara de fuzz e no máximo vira uma distorção muito suja. Percebi que o pedal tem três níveis de distorção, no mínimo como falei fica quase um overdrive, se aumentar um pouquinho já vem aquela sujeira bem fuzz e com o controle em 75% fica aquela sujeira total. Além disso o sustain do próprio pedal é impressionante, a nota demora séculos pra morrer o som, comparei com meu overdrive e a diferença realmente é impressionante de sustain. Enfim, se você busca uma distorção bem suja, pendendo pro lado FUZZ, esse é o pedal.”

  • “Como todos sabem,o Eugenio cumpre os prazos de 3 semanas a risca,tenho 2 pedais EFX,amigos meus também e sempre vieram no prazo. Sobre o pedal – Simplesmente excelente, e obviamente, idêntico ao russo? Com certeza. E como sou um baixista em busca de uma distorção rasgada, bem suja e com muito sustain, foi a escolha perfeita.Pros preocupados com falta de graves – não rola isso com esse pedal, ele soa bem tanto na guita quanto no baixo. Sobre versatilidade: se procura um pedal versátil, talvez esse não seja seu pedal principal, mas os controles respondem bem. Pense num Rickenbacker: o som é foda, os controles respondem, mas o som sempre é único. Valeu Eugenio,esse pedal é foda pra caralho!”

  • “Rapaz, esse pedal é muito quente. Eu uso isso em baixo de 4 cordas, tanto em ativo, quanto em passivo, e ambos os baixo pegam um som animal com esse pedal… som bem grave na distorção. Colocando bem pouco do ganho dele já da pra ter um som pesado incrível.”

  • Há tempos venho testando e usando o Marshall Guv’nor e Marshall BluesBreaker II, mas sempre estive procurando algo com mais ganho e seco. Gosto muito de Paul Gilbert desde os prim?rdios no Racer X, sou um cara que viveu intensamente a década de 80 com influ?ncias como Kiss e Van Halen, além de muito Blues e Rock. O Soviet Muff é muito mais do que eu esperava, foi amor a primeira vista. Timbre brilhante, seco, rasgado, sustain, encorpado, enfim : Perfeito para os meus ouvidos. Testado com uma Tagima PR100 toda original, exceto as cordas que pus com ação muito baixas. Como adoro shreds tb, me soou muito bem definido, testei de várias formas e o pedal é 1000%. Não tem erro, tiro certo. Toquei ain’t Talkin ‘Bout Love do VH ficou bonito, Double Trouble e Norwegian Cowbell – Paul GIlbert, soou perfeito, Parasite e A Hundred Thousand Years do kiss também soou muito bom. Os bends ficaram animais, minha guitarra gritou como nunca e o sustain é simplesmente espetacular. Os arpejos ficaram From Hell. Nunca toquei com Big Muff, só vi e ouvi vários reviews, mas com certeza este me soou muito bom. A EFX havia falado : “Oi Luiz : Esse pedal é clone do Big Muff Pi russo. O melhor que teve!” Deve Ser porque o bicho é bom demais. Não vou aposentar meu Guv’nor, mas com certeza este é o pedal com o timbre que vinha perseguindo faz tempos. Abraços.

  • Acabou de chegar! Estou mega-feliz!

    Soviet Muff: mini review!

    Pontos fortes: construção bem acabada, caixinha de metal simples e simpática, com uma espécie de verniz e o adesivo que parece pintura! É um pedal bonito e quadradão!

    Parte interna bem solida, soldas limpas, e componentes bem organizados;

    O som é fantasmagórico! A nota não morre!;

    Distorção crua e direta, no grave fica bem subterrâneo, com o tone na metade fica equilibrado entre graves/médio/agudos e com o tone no máximo fica bem estridente, mas não muito! Idêntico ao Russian Muff original, é bem fácil tocar rock clássico e coisas do stoner rock, como Nebula, Fu Manchu e Slo Burn;

    Não chia com fonte para pedais;

    Novamente: o som é um orgasmo sonoro, sustain incrível!

    Pode tranquilamente ser a distorção principal do set!

    Pontos fracos:

    Os output e input são de plástico (mas se houver cautela não serão problema);

    O clip de bateria parece ser frágil por ser fino;

    O espaço para bateria 9v é um pouco apertado.

  • Pedal fantástico !! Quer Gilmour? Vol 10:00, Tone 11:00, Sustain 1:00. Agora é Black Sabbath? Pois bem, Vol 10:00, Tone 2:00, Sustain Max. E o que você quiser no meio!! Excelente distorção, e, para mim, que nunca toquei num Big Muff original (seja americano ou russo), posso dizer que, pelas amostras que ouvi dos dois na Internet, ele é melhor que ambos!! Com a ajuda de um equalizador antes como boost/tone shaper para aumentar ainda mais a flexibilidade, joguei minha distorção Boss pela janela!! Fora a paciência do Eugênio, que agüentou todas as minhas pentelhações. Mais um freguês satisfeito e recorrente.

    Abs.,
    Alessandro Martins

  • Toquei para efeito de comparação em um Big Muff Pi, se é que se pode comparar! Distorção ao pé da letra…e muito ….sustain infinito!!!!E o Soviet Muff tem um “que” a mais….só tocando mesmo!!! Mais uma dentro da EFX, agora o set tá completo: Soviet Muff, Crunch e Pure Plexi por ultimo, por conta do bost….!!

  • Acabei de receber e tirar da caixinha o Soviet Muff. Pluguei ele direto no amplificador e fiquei de queixo caído. É incrível o alto ganho e a definição deste pedal. Como usuário compulsivo de pedais tipo muff, fiquei impressionado. Uma coisa muito incomum nos pedais muff é definição em acordes e o Soviet Muff apresenta isso, mesmo em regulagens extremas, é possível distinguir cada nota tocada em um acorde.
    Eu tenho um Big Muff pi, versão atual, da Electro-Harmonix, resolvi colocar ele lado a lado com o Soviet Muff. O Big Muff FAZIA parte do meu pedalboard, o Soviet Muff deu uma surra, sem comparações. Em primeiro lugar, o Soviet fala bem mais alto, o tone responde bem melhor e a amplitude de ganho é muito mais alta e intensa. O Soviet Muff tem a metade do tamanho, e vem com o plug de fonte padrão Boss, algo que não existe no original. Agora, o Muff do meu pedalboard é EFX.
    Este já é o terceiro EFX que eu encomendo e o Eugenio entregou ele de acordo com o proposto, dentro das 3 semanas. Vale muito a pena esperar para receber cada pedal.

  • Fiquei impressionado com tudo o que esse pequeno pedal é capaz de fazer nos timbres mais graves do contrabaixo, o som sai limpo sem embolar e com um peso fantástico e claro, um sustain infinito.

    Só há uma palavra para descrever esse carinha, SUJÃO!!!

  • Havia comprado um Ibanez SD-9 Sonic Distortion, original dos 80′s, que havia tido seus componentes modificados de forma tosca. Enviei o pedal ao Eugênio, da EFX Pedais, para ver se havia salvação para o meu caso. Duas semanas depois recebo um SD-9, de certa forma, exclusivo, pois não possui o mesmo timbre dos originais e tampouco do modelo relançado nesse ano (SD9M): Ele está saturado, rico, com um timbre quente e agradável. Uma distorção realçada e bem trabalhada! Recomendo os trabalhos da EFX Pedais à todos! Muito obrigado, Eugênio!

  • Incrivelmente igual ao Big Muff russo, impressionante a semelhança do timbre, perfeito! Sustain monstruoso, Parabéns Eugênio!

  • O pedal soviet muff é exatamente o que eu procurava, tem uma sonoridade que
    nao deixa perder os graves,realça os harmonicos e deixa o som sujo mas sem embolar, com palheta ou sem. É exatamente esse timbre que eu queria tocar no meu baixo.
    Eu recomendo.

  • Recentemente comprei o soviet muff e me surpreendei completamente.
    E para quem gosta de Grand Funk Railroad e outros nessa linha, o pedal é super recomendado. Adquiri tambem um compressor, feito pelo Eugenio, que conseguiu deixar o som bem uniforme, tinha um outro compressor(made in china) que foi aposentado.
    Para uma comparação de som, ouça as musicas “Got This Thing on the Move” e “Mr. Limousine Driver” do Grand Funk,pois com o soviet muff ficou muito igual.
    Recebi os pedais no prazo estipulado.
    Satisfeito com a compra.

Deixe um Review